Balada das Constelações

desenho Ralph Horsley

Das planícies das cidades e das florestas

Das casas que são pedra, presa

se libertava a fúria de uma flor

Das planícies das cidades e das florestas

Dentre as vozes uma música, emergia

a magia nas estradas sem cor

Das planícies das cidades e das florestas

Entre as folhas e estrelas, elegante

se postava um, com lamento e ardor

Das planícies das cidades e das florestas

Dois tão unidos separados, com fogo

o caos em sua mente imprimiu a dor

Das planícies das cidades e das florestas

Distante e solitário, como a lua em mar

de escuridão, veio o mais alto andador

Das planícies das cidades e das florestas

Silencioso e sorrateiro, despercebido

Na escuridão perdido, o navegador

Das planícies das cidades e das florestas

Pequenino um detalhe, curiosa

A inocência na aventura ingressou

Das planícies das cidades e das florestas

Rastreando a esperança de unir

O espírito branco sua flecha disparou

Das planícies das cidades e das florestas

O Arauto

Anúncios
Published in: on Janeiro 15, 2010 at 10:39 am  Deixe um Comentário